Querido Agosto ♥

16:10


Há dois anos, neste mesmo dia, tudo mudou. O meu corpo não voltou a ser o mesmo. Os meus dias não voltaram a ser iguais. Uma parte de mim ficou no bloco operatório. Tive medo. Mas sempre tive esperança de que a partir daquele dia tudo seria mais fácil e mais leve. Não foi bem assim. Seguiram-se meses difíceis, complicações pelas quais não esperava. Mais consultas. Mais medicação. Fisioterapia. Mas dois anos depois posso dizer que, apesar de tudo, a vida é mais leve. As dores são muito menores. Quase inexistentes. Não está tudo bem. Não sei se algum dia ficará. Acho que já me habituei ao facto de que nunca serei uma pessoa totalmente normal. Mas será que há alguém que seja?

Finalmente começo a acreditar que a minha querida Endometriose me está a dar tréguas. Finalmente trago no peito a leveza de que, apesar de não trazer mais dentro de mim o meu útero, de estar em menopausa aos 33 anos, que tudo vai ficar bem!
Obrigada querido Agosto. Trouxeste-me a minha filha. Devolveste-me qualidade de vida. Trouxeste ao mundo a minha M. e também serás testemunha da minha ligação com ela, para toda a vida!

Sou grata 


You Might Also Like

0 comentários