Divagações...

14:28


Embora a Bianca já tenha feito anos em Agosto, só esta semana comemorámos na escola, com os amiguinhos. No dia em que levei o bolo para a escola, partilhei uma fotografia no facebook e escrevi algumas palavras sobre o pequeno falhanço que tinha sido usar cacau e apenas 100gr de açúcar, mas também comentei sobre o maravilhoso sorriso e a alegria da minha filha por a mãe ter feito um bolo para levar à escola e ela partilhar com os amigos. 

Nesse post apercebi-me que algumas pessoas tinham ficado perplexas por eu ter levado um bolo caseiro, simples, tosco e sem qualquer tipo de decoração. Houve até quem referisse que se chegasse à escola com um bolo assim a filha não ia querer. E eu, que tento não fazer julgamentos de valor sobre ninguém e muito menos sobre a maternidade alheia, fui conversando e tentando perceber melhor a situação. Mas juro que fiquei a pensar no assunto e juro que embora não queira criticar nada nem ninguém me faz muita confusão que aos três anos uma criança já fique desiludida porque o bolo é caseiro e não é feito numa qualquer pastelaria famosa e não está carregado de maçapão e de bonecada. É um bolo de aniversário de três anos!! Três anos! 

Não vou falar sobre o que acho errado em todo este quadro. Porque é apenas a minha opinião e não vale nada para mais ninguém a não ser para mim. Mas quero dizer-vos que me sinto imensamente feliz pelo caminho que tenho escolhido, pelos valores que tenho transmitido e pelos resultados que vamos alcançado com estas pequenas coisas. Levei um bolo tosco, caseiro e simples para a escola da minha filha, mas foi feito por mim, com amor, com carinho e utilizando ingredientes que permitissem que todos os meninos o pudessem comer. E a minha filha ficou feliz. Muito feliz. Imensamente feliz porque foi ensinada a valorizar a presença, o amor, a dedicação e as acções em detrimento do aspecto! E tudo o que eu peço é que ela continue assim e que não se deixe estragar pela sociedade das aparências! 

You Might Also Like

6 comentários

  1. Adoro!
    Sinto-me orgulhosa por seguir esse caminho também.:-)

    ResponderEliminar
  2. Estou consigo, eu faço o mesmo, acho impensável os pais levarem bolos cheios de açúcar para dar a crianças, não faz sentido, são bebés.

    ResponderEliminar
  3. Tenho 3 filhos e os bolos que levo para a escola são sempre simples bolos de iogurte, às vezes com uns smarties... E são sempre um sucesso. Nunca sobra uma migalha. E acho que os miúdos cada vez gostam mais de bolos simples. Ficam encantados com os bolos de encher o olho (que mando fazer para as festas com aqueles bonecos que eles gostam), mas gostam muito mais de um simples bolo de iogurte. E geralmente fazem comigo, o que dá ainda um sabor mais especial!

    ResponderEliminar
  4. Bom dia para ser sincera também não levava esse bolo para a escola preferia não levar nada ...acho que não é por um bolo que se ensina ou transmite bons ensinamentos ás crianças

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Raquel, ainda bem que não pensamos todos da mesma forma, senão hoje todos tínhamos votado no mesmo partido :)

      Eliminar
  5. Bom dia para ser sincera também não levava esse bolo para a escola preferia não levar nada ...acho que não é por um bolo que se ensina ou transmite bons ensinamentos ás crianças

    ResponderEliminar