Tempo

19:03


Recebo muitos comentários onde me perguntam como é que consigo ter tempo para fazer tantas coisas caseiras [panquecas, bolos, bolachas, doces], para cuidar de uma casa grande [que ando em modo limpezas de Primavera e destralhanço!], para brincar tanto com a miúda, e mais recentemente por ainda ter começado a caminhar quase diariamente, durante no mínimo 1h00. 

A verdade e que é às vezes me faço também a mesma pergunta. Se por um lado quero sempre fazer mais, passear mais com a pequena, fazer actividades diferentes com ela, escrever mais para o blogue, retomar os vídeos para o youtube, fazer mais trabalho para a minha Associação, escrever um livro, ter a casa ainda mais limpa e arrumada e fazer algumas mudanças/obras, por outro lado, há dias em que chego ao fim do dia sem noção de como começou esse dia. Parece que já passou tanta coisa, que já fiz tantas actividades, que já nem se trata do mesmo dia!

Ainda há dias falava sobre isso mesmo. Da sensação de ter o cérebro sempre a mil. A pensar em várias coisas em simultâneo. De nunca desligar. De quando ela dorme um bocadinho mais de manhã começar logo a trabalhar para aproveitar. De até quando vou ao wc levar o telemóvel para responder a mensagens ou mails. De não ter aquela sensação de aborrecimento por não ter nada para fazer. HÁ sempre alguma coisa por fazer e às vezes tenho mesmo de me forçar a não fazer! 

Mas acho que esta parte tem mesmo a ver com os dias de hoje e com a nossa sociedade. Não seremos todos um bocadinho assim? Não andaremos sempre todos a querer fazer ainda mais, aprender ainda mais, estudar mais, mudar mais [a nós ou ao mundo!]? Não acabamos todos por estar sempre ligados e sempre em modo ON? 

Lembro-me de ser miúda e de ter escrito um texto sobre as minhas férias de sonho. Devia andar no 7.º ou 8.º ano e escrevi que as minhas férias de sonho seriam numa praia com o meu pai e com a minha mãe, mas que o meu pai não podia levar o telemóvel. Isto já foi há uns 20 anos. Imaginem o que não dizem ou sentem os nossos filhos nos dias de hoje? Penso nisto muitas vezes, e tento, a sério que tento, não atender/fazer chamadas quando estou com ela, não estar sempre a ver ou responder a msg ou emails. Mas nem sempre é fácil. 

Tenho uma amiga querida que escreveu um livro que se chama A Vida do Sr. Tempo e me ensinou que o tempo pode ser o nosso maior aliado ou o nosso maior pesadelo. Mas a verdade é que o tempo é sempre determinado pelos nossos sentimentos e nunca pelo relógio! 

You Might Also Like

5 comentários

  1. O tempo é determinado pelo patrão, que não tens, e por isso tens tempo para isso tudo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aconselho a leitura do livro " O caminho menos percorrido " lá pode se encontrar uma resposta ao tipo de comentários em relação a esta situação.

      Eliminar
    2. Aconselho a leitura do livro " O caminho menos percorrido " lá pode se encontrar uma resposta ao tipo de comentários em relação a esta situação.

      Eliminar
  2. Credo Anonimo!! A distilar veneno desde 1910, nao? O tempo 'e determinado por cada um. Cada qual faz o que quer com o seu tempo. Eu acabei de perder 2 min a dar-lge importancia... menos 2 min para algo util!!!
    Beijocas anonimo!!

    ResponderEliminar
  3. É isso mesmo, Susana!... Quanto mais fazemos mais queremos fazer e quanto menos fazemos mais queremos estar sem fazer nada... pessoas como tu e eu adoram sentir-se produtivas e raramente conseguem estar sem fazer nada. E eu até tenho o pior de todos os patrões – eu mesma – e, por isso, passei a gostar de me deitar às 22h para me levantar às 5h e ter a madrugada só para mim, para meu bel-prazer, antes de ter que "picar o ponto" ainda antes das 9h e ficar quase todos os dias para bem depois das 18h. No entanto, aprendi a gerir o meu tempo livre e a aproveitá-lo muito bem, assim como tu. Sabes como faço? Listinha de afazeres. Chego a determinar tarefas de 30 em 30 minutos ao fim-de-semana para poder fazer tudo o que quero. Saio frustrada muitas vezes, quando o tempo me troca as voltas, mas também saio muito regozijada quando risco muitos itens da listinha! ;-)
    E faço praticamente isso tudo que mencionas, incluindo ter tempo para estar com a minha filha, para estudar com ela, para passarmos bons momentos em família, além de ter que cuidar de uma casa grande... ui, o trabalho que dá uma casa grande!!!!

    ResponderEliminar