Adeus Fraldas!

14:21

[Clicar na imagem para ver os artigos]

Quando os dois anos de aproximam começamos inevitavelmente a pensar em desfralde. Não sei explicar porquê mas acho que é algo um bocadinho cultural e de certa forma quase que como aos 12 meses a criança já pode comer de tudo, aos 24 já pode deixar as fraldas. Mas não é bem assim. Nem para uma coisa nem outra!

Por cá tentámos incentivar o desfralde por volta dos 24 meses. O bacio estava disponível nos wc's e íamos perguntando se ela não queria ir fazer xixi. A coisa corria bem às vezes e ela até fazia. Mas a verdade é que não tinha consciência absolutamente nenhuma do acto! E senti que estávamos a fazer tudo errado quando ela dizia que queria fazer cocó e a tentávamos levar ao wc para fazer no bacio e depois ela não fazia de todo, nem no bacio, nem na fralda. Chegou a ficar cinco dias sem fazer! Quando me apercebi disto, disse que não se podia ir por aquele caminho e que não se iria mais perguntar se ela queria ir ou não ao bacio. O bacio ficou no mesmo sítio, mas a conversa terminou ali. Mesmo na escola pedi para nunca insistirem com ela e expliquei o meu ponto de vista. A verdade é que até ao mês passado, Março, não voltei a perguntar-lhe se queria usar o bacio, embora eles tenham permanecido no mesmo local desde Agosto do ano passado. 

Na cómoda do quarto dela já desde o ano passado que estava uma divisória com algumas cuecas à espera que o grande dia chegasse. No dia 15 de Março, de manhã, quando chegou a hora de vestir, foi à cómoda, tirou umas cuecas e disse-me "A Bibi não quer fralda!". E assim foi, vesti-lhe as cuecas e não lhe coloquei fralda. Foi assim no carro para a escola, sem medos, nem meus nem dela. Expliquei-lhe apenas que sendo assim quando quisesse fazer xixi tinha de ir ao wc ou pedir a alguém que a levasse. Ela disse que sim e assim foi! A verdade é que em apenas duas semanas deixou de ter descuidos. E os descuidos terminaram assim que falei com a minha fisioterapeuta e ela me disse que o importante nesta fase era deixar a coisa fluir naturalmente e não estarmos a perguntar se ela tinha xixi ou a sentá-la no bacio de 30 em 30 minutos. A verdade é que ao obrigarmos a criança a ir fazer xixi com tanta frequência não estamos a permitir que a bexiga aprenda a sua função de retenção de urina e acabamos por não deixar que sejam eles a responsabilizar-se pelo acto e a terem noção quando realmente precisam de ir ao wc.

Depois de colocar estas dicas em prática os descuidos deixaram de acontecer e ela vai ao wc como nós adultos, mais ou menos de três em três horas. Desde o dia em que ela disse que não queria fralda nunca mais lhe coloquei a fralda, seja para ir onde for, ao supermercado, para viagens mais longas, para nada! Ela pediu que eu confiasse e eu confiei e correu maravilhosamente!
Embora nas sestas da escola também já não tenha fralda e haja dias em que acorda para fazer xixi e depois volta a dormir, durante a noite ainda lhe colocamos fralda, mas sou sincera, faço-o mais por precaução nossa, porque ela dorme connosco e nunca tem um local certo para dormir. Tanto tem o rabo na minha almofada como em cima das nossas barrigas! A maior parte das noites já acorda com a fralda seca e há muitas em que acorda a meio da noite para ir fazer! Mas como ela também ainda não se recusou a colocar a fralda de noite, talvez ainda não seja mesmo a altura certa para um desfralde total! 

Não sou nenhuma expert na matéria e nem sequer fiz leituras sobre o assunto. Apenas falei com a minha fisioterapeuta porque ela trabalha bastante com estas temáticas [e foi ela que colocou a minha bexiga a trabalhar decentemente depois da última cirurgia que fiz!] e pus em prática as dicas simples que ela me deu! Não sei se tivemos apenas sorte em que fosse um processo tão natural, ou se de fato a nossa sorte foi fruto da descontração e de confiarmos nela. Este post não pretende servir de exemplo para nada nem ninguém, mas quero apenas deixar o alerta que a parte de insistir que eles façam o desfralde sem estarem prontos para isso pode ser contraproducente, tal como experimentámos e verificámos o Verão passado. Por isso talvez o melhor seja mesmo deixar a coisa fluir naturalmente, sem pressões. 

Em termos de dicas deixo apenas a ideia de comprarem umas cuecas giras e com bonecos que eles gostem. Vão ficar super orgulhosos em estar a usar aquelas cuecas e a melhor parte é que também não as vão querer molhar, por isso vão estar mais atentos quando a vontade apertar! Cá em casa temos um bacio em cada wc, porque temos dois andares e assim conseguimos facilitar-lhe a vida para não andar a subir e descer escadas, e temos também um redutor de sanita que irei começar a colocar em uso em breve porque ela já faz perfeitamente nas sanitas quando não estamos em casa! Numa primeira fase, vai haver descuidos, dois ou três por dia, e é perfeitamente normal, natural e tem mesmo de ser assim! Não se chateiem com eles porque eles já ficarão envergonhados só por fazerem na roupa! Reforço positivo, de que na próxima vez vai chegar a tempo ao bacio e muitas cuecas de reserva e roupa simples que possam ser eles a despir e vestir sem ajudas!

You Might Also Like

4 comentários

  1. Penso da mesma forma, acho que eleseles tem que ter confianca e seguranca para o fazer

    ResponderEliminar
  2. Penso da mesma forma, acho que eleseles tem que ter confianca e seguranca para o fazer

    ResponderEliminar
  3. Olá Susana, sim o melhor é deixar as " coisas " seguirem naturalmente :) pois acabamos por seguir os nossos instintos.

    ResponderEliminar
  4. Nada como ouvirmos atentamente as nossas crianças e os sinais que elas nos dão :-) daqui a breves semanas ou meses, vai ser a minha vez de ter essa experiência, a minha filhota já vai dando alguns sinais, embora não esteja ainda preparada.
    Ivana Semedo

    ResponderEliminar