Se vais ser mãe, lê estes livros!

23:18

Tenho uma amiga que está grávida que me costuma ler e um dia destes perguntou-me quais os livros que lhe recomendava nesta fase. A verdade é que a escolha é muita e facilmente, sem nos apercebermos, lemos certezas absolutamente contraditórias em livros diferentes [e até no mesmo livro! O que é quase um passo de mágica!]. E uma pessoa fica confusa. Ou então acha sempre que faz ou vai fazer tudo mal.

A verdade é que isto da maternidade não se aprende em livros. É uma aprendizagem diária e constante e nunca, mas mesmo nunca saberemos tudo, e sempre, para sempre, teremos dúvidas. Não há volta a dar. Desculpem a franqueza. Mas é isto!


[Clicar nas imagens para mais informações sobre cada livro]

Embora não se aprenda tudo, ou quase nada, sobre isto da maternidade, em livros, há alguns que considero especiais. Porque nos ajudam a seguir um caminho mais tranquilo e são aquela mão amiga nos dias mais cinzentos [é verdade querida grávida, também há dias muito cinzentos nisto da maternidade!].

O livro que mais gosto, e sobre o qual já falei AQUI, é o Bésame Mucho, do Carlos Gonzalez. "Bésame Mucho" vem devolver aos pais a confiança naquele sentimento que está por trás de tudo aquilo que sentem, desejam e fazem pelos filhos: o amor. O Dr. Carlos González, pediatra e autor de renome, sugere que, seja qual for o problema com que um pai se depare – uma birra, uma crise de choro, uma aparente insónia, um caso de ciúme – , este só será verdadeiramente resolvido através de uma atitude razoável e de respeito pela criança como pessoa. 

Outro livro, bastante recente e que adorei, é o Educar com Mindfulness da Mia Övén que leio atentamente na sua página do facebook. Ninguém nos dá a fórmula mágica quando nos tornamos pais. Nem existe um manual que nos ensine a lidar com os desafios diários como as birras, o sono e as refeições. Estaremos a agir bem? O que é normal em cada idade? Devemos elogiar ou castigar? Quando dizer não? E como compensar o pouco tempo que partilhamos com os nossos filhos? O Mindfulness aplicado à parentalidade ajuda-nos a pensar a educação de forma consciente e plena. Neste seu livro Mia Övén partilha algumas ferramentas para nos ajudar a libertar da culpa e da ansiedade.

Já leio Eduardo Sá desde os tempos da minha Licenciatura. Sempre gostei das suas palavras. Da forma como se expressa e dos respeito que mostra pelas crianças. Tenho vários livros dele mas o Querida Mãe é especial. "Querida Mãe" é uma espécie de carta de Eduardo Sá para as mães. Para lhes lembrar (com muito jeitinho) que elas não têm (mesmo) de ser perfeitas. Podem arriscar e errar um pouco mais. E ainda assim – fiquem descansadas – nunca andarão muito longe da perfeição.

Como disse em cima, estes três livros são como um abraço que muitas vezes, nós mães, precisamos e não encontramos nos que nos rodeiam. São aquele incentivo extra. Aquele colo que todas merecemos e precisamos, de vez em quando.

Mas há outro livro que para mim também é especial. Não o tenho. [Então e vens aconselhar?! Perguntam vocês!]. Sim venho. Porque já o vi e conheço o seu conteúdo muito bem. O livro Mãe , Quero Mais! da Leonor, autora do blogue Na Cadeira da Papa é sem dúvida uma mais valia para a introdução da diversificação alimentar. Aprendi muito sobre alimentação com o blogue e em conversas com a Leonor [não, não vos estou a falar do livro porque somos amigas. Na verdade nem nos conhecemos pessoalmente], falo nele porque muito do que eu sei sobre alimentação e muitas das mudanças [que entretanto ficaram pelo caminho] que fiz na minha própria alimentação foram inspiradas nos textos e nas partilhas informadas da Leonor. Se a Bianca nunca comeu papas processadas, a culpa pode muito bem ser atribuída à Leonor. É verdade! Neste livro, assim como no Blogue, podem encontrar receitas saudáveis, saborosas e sem açúcar para bebés e crianças. Encontram um conjunto de receitas fáceis e apetitosas que preparam as crianças para uma vida inteira de saúde. Esqueçam os refogados, as sobremesas cheias de açúcar, as sopas sem paladar e os legumes no canto do prato.

Espero que gostem das minhas sugestões! E para vocês quais os livros que mais vos marcaram e acham que qualquer grávida ou recém mamã deveria ler?



You Might Also Like

0 comentários