"És feia e má!"

13:47

[Foto retirada do site Just Real Mums]

Hoje quando fui levar a princesa ao infantário uma das mais pequeninas da sala tinha uma mordidela na testa. Estava bem marcada e a verdade é que se tivesse sido num local com carne era possível que tivesse feito ferida.

A Educadora contou-me quem lhe tinha mordido e uma das auxiliares virou-se para a pequena em questão e disse "a D. é feia e má!". A princesa sabia que estavam a falar dela e mostrou-se envergonhada enquanto olhava para mim. Não consegui ficar calada. Com um sorriso nos lábios disse que não, que ela não era nem feia nem má e que não havia bebés feios e maus. A Educadora seguiu o meu raciocínio e repetiu o que eu estava a dizer, o que me deixou mais descansada. Mas mesmo assim gostava de ter feito mais e de ter "dado" mais de mim àquela criança.

Eu sei que muitas vezes dizemos a primeira coisa que nos vem à cabeça, principalmente quando estamos chateados. Mas pergunto-me, o que é que as crianças, tenham a idade que tiverem, aprendem ao ser rotuladas de feias e más, e às vezes de coisas piores, quando tem um comportamento desadequado? O que é que lhes estamos a ensinar? Que valores lhes estamos a transmitir com esses rótulos?

Volto a frisar, não há bebés feios e maus. Há bebés, que tal como nós adultos, expressam os seus sentimentos de forma desadequada ou menos correcta. Cabe a cada um de nós, adultos que vivemos e convivemos com eles, que somos os seus guias e os exemplos que eles vão seguir, mostrar-lhes a forma mais correcta de transmitir as emoções e os sentimentos. Cabe a cada um de nós, ser adulto, ser consciente e não fazer precisamente o que estamos a condenar. 

Não há bebés feios nem maus. Às vezes só precisam de um adulto que se sente no chão, cara a cara com eles, lhes explique o que se passou e o que não devia ter acontecido, e lhes dê um abraço. Na maioria das vezes, tudo o que eles precisam é de alguém que os olhe de frente e os veja, com olhos de ver!

Para reflectir...

You Might Also Like

2 comentários

  1. Completamente de acordo! E espero conseguir sempre estar à altura!

    ResponderEliminar
  2. Infelizmente, sem se pensar nas consequencias, são frases que saltam muitas vezes das bocas dos adultos!

    ResponderEliminar