Co-sleeping - Sim ou Não?

10:19


Quando nos tornamos pais há um sem fim de decisões e de escolhas que temos de fazer. Se há muitas que ocorrem de forma natural, sem reflectirmos muito sobre elas, há outras que exigem ponderação e exigem uma reflexão mais atenta e cuidada por parte do casal. Existe uma grande controvérsia sobre até que idade devem os filhos dormir com os pais. Ou se devem mesmo chegar a dormir! 

Assim que engravidei e comecei a ouvir conselhos sobre esta temática, pensei ter tomado uma decisão sobre o tema. Na minha ignorância de Mãe de primeira viagem, achei que estava tudo resolvido. Estabelecia uma data e pronto a decisão era tomada. Mas a verdade é que ao longo destas 34 semanas, a sensibilidade para esta questão se alterou, as leituras intensificaram-se, os conselhos continuaram a brotar em todos os sentidos e cheguei à conclusão que apenas quando a minha filha nascer, vier para casa, nos começarmos a completar nas rotinas do dia a dia, perceber quais as reais necessidades dela [e apenas dela] é que a decisão irá sendo tomada relativamente a esta questão. 

Como em tudo na vida haverá sempre estudos contra e estudos a favor. Haverá pessoas contra e pessoas a favor. Haverá casos em que correu bem e casos em que correu menos bem, independentemente da opção tomada. Por isso, para mim, que ainda nada sei destas andanças, acho que acima de tudo, os pais saberão o que é melhor para os seus filhos e só a eles diz respeito as escolhas que façam! Somos todos diferentes, somos todos únicos, o que é bom para uns não será certamente a melhor opção para outros. Acima de tudo, de todos os estudos, de todos os psicólogos e psiquiatras, dos largos anos de experiência de todas as pessoas que teimam em opinar [sem que lhes tenha sido perguntado nada] estará a individualidade e as necessidades reais dos nossos filhos. Que são e serão sempre únicos! 

You Might Also Like

0 comentários